Ainda sobre o amor ♦ Radyr Gonçalves

Potengi Melancólico ou Natal americanizado - Radyr Gonçalves



Um naco de sol engolfa os últimos minutos da tarde
O vento cicia Chopin
Um pardal desalentado entoa Gloomy Sunday
Um barco melancólico me espera além da velha tapera de palha

O rio Potengi é tão calado
Seus pescadores não riem
As banhistas não falam

Corre apressado quando banha o Igapó

Extraterrestres já visitaram a velha torre da antiga Rádio Poty
A morte rodeia os ribeirinhos
A angústia é um nevoeiro que chamam de violência

O sol que beija o rio não é o mesmo que beija o Japão
(Eu sei disso porque poetizo as tardes deste chão)

A cortina noturna se abre diante do espelho d´água
O vento cochila por entre as pilares da ponte velha
O pardal desalentado espia a lua
O barco melancólico me larga na Ribeira

Agora sou eu que canto Gloomy Sunday
Natal é tão americana que cheira a Manhattan

Eu sou tão triste que pareço o pardal lá da terceira estrofe... Só que sem ninho. Tadinho.

-
Radyr Gonçalves
Copyright 2017
Todos os direitos reservados

Comentários