Ainda sobre o amor ♦ Radyr Gonçalves

O apanhador de poesias - Radyr Gonçalves


Noite boa para apanhar poesia nos campos das luas
E ficar coçando as barrigas das estrelas
Enquanto as nuvens bocejam

Quero o sossego de um elefante levitando
A paz da sombra de uma amendoeira
O rito dos pássaros – o rumo das arribaçãs
A revoada dos anjos das seis

Noite boa para cultivar sicômoros no deserto das ilusões
E ficar contando camelos
Somando dromedários
Enquanto mulheres nômades cirandam nos torvelinhos de poeira

Quero a placidez de um rio azul
A quimera de abril prometida
A pele da minha deusa alva
O céu que criei – uma rede de saco na varanda
Uma casa na roça
Uma vida que eu possa
Espargir sorrisos e iluminar as noites
Com a ajuda dos pirilampos.
 -
Radyr Gonçalves
Copyright 2017
Todos os direitos reservados

Comentários

lili disse…
Que doçura de poema. Vamos fazer cócegas nas barrigas das estrelas.