Ainda sobre o amor ♦ Radyr Gonçalves

Médium - Radyr Gonçalves



O sol serpenteia por entre as dunas cor de mingau de milho
- Meu filho, não busque atalhos!
São tantas as armadilhas
Feridas não curadas
Sobejos de desejos calcinados
Janelas deprimidas

Sou um homem dado ao misticismo do todo
Eu sinto a dor no peito dos corações dos aviões que sobrevoam essa cidade
A infelicidade das pedras do calçamento
A angústia dos postes

A noite engatinha preguiçosa
- Meu filho, a vida não é uma rosa!
São tantas as sementes estéreis
Tantos amores de encomenda
Tantas dores, tantas fendas
Tantos infernos criados diariamente

Sou um homem dado a credulidades
Eu ouço os pombos e os telhados
A voz das paredes mortas
Os ferrolhos das velhas portas
Os frutos podres dos quintais...

Falo com as águas dos rios
Com os fantasmas dos mares
Com os barcos antigos do cais...

-
Radyr Gonçalves
Copyright 2017
Todos os direitos reservados

Comentários