Ainda sobre o amor ♦ Radyr Gonçalves

Canto do mar - Radyr Gonçalves


A ponte estaiada – ponte encantada com o laço do Potengi e as mãos macias do mar...

Imensidão – valhacouto dos deuses belicosos
Fruto lauto – mulheres de pedras
Entidades seminuas que povoam os domingos santos
Por esses cantos de mar

O ósculo da maré nas muralhas do Forte
O corte do Sol nos ponteiros do relógio
O ufanismo dos pescadores
As meninas sem cortinas – as moças sem janelas

Vastidão – alma de mar em peito sereno
Os seios iluminados das nereidas
O cio de Dóris –
As cores singulares
Os pilares vulgares dos deuses
A imaginação profunda

O ritual quimérico da ruiva
Alomancia

As morenas sem vestidos
As tardes despidas
A aura das lavadeiras que revoam por entre as embarcações
E posam nos galhos das árvores
Banhadas pelo Potengi...

A benção das águas
A lua feito vela
Tão bela – quando a noite cai.

-
Radyr Gonçalves
Copyright 2017
Todos os direitos reservados