Ainda sobre o amor ♦ Radyr Gonçalves

Ivone pulou da ponte - Radyr Gonçalves


Ivone triste pulou da ponte
Não há quem saiba, não há quem conte
O que de fato aconteceu

Ivone perdida no breu
Perdeu a linha norte do labirinto da vida
Ferida
Sangrava
Andava despida
Descabelada – abraçada sempre a um vestido roto, enxovalhado...

Ivone deixou recado
Dezenas de sinais não notados

Quando sentada olhando para o mar:
Pensava na imensidão do que se é morrer

Quando jogada nas calçadas – embriagada:
Ensaiava o inferno...

Ivone pensava no Eterno
No além-rio, além-mar – no além do além
No amém da última oração
Na solidão do seu féretro não pranteado
No vazio da sua história
Na sua pequena biografia
Nasceu no beco – cresceu nas Rocas – morreu Maria
Ivone.


Maria Ivone pulou da ponte.

-
Radyr Gonçalves