Ainda sobre o amor ♦ Radyr Gonçalves

Sobre beijos, loucuras e outras formas de vida...


Decifrar o destino nas digitais das folhas
Sair do cerne do tempo, do olho da bolha
Desencantar-se com os encantos desse tempo
Ser rebento de chuva, sorte de alguém
Vaguear em Canaã, meditar em Belém

Beijar a boca de uma índia no Pará

Conhecer poesia noturna quando o dia raiar
E serenar com o sereno na beira do mar
Juntando espumas de sal e sabão
Fazendo um balão de conchinhas tão belas
Pintar o retrato da vida em uma tela
Biografar o momento cantando o tormento

Beijar a boca de uma sereia com sentimento

Estudar o verso e o voo de mil pardais
Arrebentar as portas – invadir os quintais
Pular as janelas dos sanatórios
Juntar as rezas dos oratórios
E jogar no precipício todo lixo do hospício...

Beijar a boca de Maria por ofício
E a boca de Rebeca por amor...

-
Radyr Gonçalves de Araújo
'© 2016 Todos os direitos reservados