Ainda sobre o amor ♦ Radyr Gonçalves

Ginga com Tapioca ou Sobre Alienígenas e Humanos

                              

A alma do asfalto que piso
Os prédios cinza
As ruas abarrotadas de fantasmas
Eu, meu medo e minha asma

Ribeirando o Potengi
Flertando nuvens
Empalhando barcos mortos
Reverenciando o mar
Riscando o céu

O embaço nas retinas das pessoas
As mentiras que me contam
Sobre elas, sobre mim, sobre as dores carmesim
Eu, meu jumento e meu capim

Refazendo pontes
Ajudando partos
Recolhendo o lixo
Fixo
Nos terrenos das inquietações

Regando plantações
Observando naves
Alienígenas vez por outra
Visitam Genipabu

É que às vezes eles se disfarçam
De vendedores de ginga com tapioca...

E nem são notados
(Mas eu sei quem são eles).

-
Radyr Gonçalves de Araújo