Ainda sobre o amor ♦ Radyr Gonçalves

A Pitonisa louca e os meus pensamentos soltos


Uma pitonisa olha de soslaio as flores murchas na clareira dos meus pensamentos

- É de cimento, concreto, e espinho as trilhas deste caminho...

Esculturas escuras me apavoram
Cheiro de lírio, cheiro de erva, cheiro de Eva
Inebriam

E o mundo aqui dentro apavora
E lá fora, o mundo piora

Rebeldes Sírios se engasgam
Demônios americanos se vestem de anjos
O Papa pia o pinto pia
Lá fora a tormenta
Genuíno atormenta (Pede aposentadoria)
Sabedoria

Do outro lado da janela
A capela está à venda
O pastor, o padre, o bispo, o missionário e o político
Em tudo metem o bico

A pitonisa exibe o busto
Esculpi uma profecia no estalar de um dedo
Eu, com medo, deito alguns centavos na vasilha

Ela aponta o umbigo e o mundo a sua volta
A vida é torta, a morte é morta, a adaga corta

E a fumaça, o enxofre, o sangue da noite, a praga do meio-dia
Acende a chama americana
O estardalhaço, o chumaço, a queda do palhaço
O palácio em chamas

Atacaram a Síria! Atacaram a Síria!



 -
Radyr Gonçalves
Copyright 2013
Todos os direitos reservados