Ainda sobre o amor ♦ Radyr Gonçalves

Poema pra dançar



Dança
Como uma criança Sancho Pança
Como uma garota de tranças
Que trafega ao bailar do vento

Como o clero louco na capela de barroco
Como a louca lebre que se esconde
Com fome de curiosidade

Dança
Como o lobo bobo atrás da caça
Como a virgem louca e a uva-passa
Como o mar revolto e a velha barca
Como o bêbado trôpego no balé sem graça

Dança
Ainda em meio à desgraça
Entre a bagunça do caos
Entre o gemido da dor
E o estampido da guerra

Dança
Na chuva, em meio ao frio
No salão, na rua, no fio
De esperança
Que brota quando o corpo cobra o ritmo

Dança
Dança feito criança
Como a menina de trança
Que pensa que a vida é boa
Dança e diz pra garoa
Que tem nos pés o sol
E na alma uma canção
De lua

Nua
Dança
Que a vida é tua.


 -
Radyr Gonçalves
Copyright 2013
Todos os direitos reservados