Ainda sobre o amor ♦ Radyr Gonçalves

Berenice



Berenice

Quando eu disse quase ciciando

Sobre sonhos entre nuvens

E gozos entre faces eu mentia



Sonhos são de trigo, gema, açúcar

Nada comigo

Eu sou feito de pedra

Não de pão

Eu sou feito de barro

Inferno, chão

Eu nada tenho a ter com sonhos



Berenice

Eu disse de arrebóis amarelo queimado

De noites quase lilás

Mas eu menti

Sobre raios de sol, perfume celeste, doce de anjos



Berenice

Não manjo de sonhos

Do
ponto da massa

Do manejar das chamas

Do fogo



Berenice

Eu menti sobre sonhos

Eu menti sobre a vida, Berenice.




-

Radyr Gonçalves
Copyright - 2012
Todos os direitos reservados

Comentários