Ainda sobre o amor ♦ Radyr Gonçalves

Pombas!



É triste os olhos da praça
Todo mundo passa
E a tristeza persiste

Pombas cinzas
Com seus olhos azulados
Sobrevoam amarguradas
A estátua triste do santo da praça

Pombas! Que vida triste!
Que coisa sem graça!
Pombas! Que dilema! Que desgraça!
E essa vida que insiste
E essa vida que não passa!

-
Radyr Gonçalves
Copyright 2012
Todos os direitos reservados


Conheça Natal Up

Comentários