Ainda sobre o amor ♦ Radyr Gonçalves

joaquina





Dentro dos olhos de Joaquina
Vales, rios e campinas
Céu, jardins, aves de rapinas

Dentro da alma de Joaquina
Sonhos, desejos, coisas de meninas
Vilas, vielas, casas de esquina

Joaquina tem cheiro de maçã
É virgem como a santa e guarda o véu
Guarda a flor mais cobiçada
Que o céu

Guarda o corpo para um moço do sertão

Na pele de Joaquina
O perfume em fonte mina
Exalando doce ardor
Que queima o peito deste moço que padece
De amor por essa estranha que parece
Roubar o viço
De toda rosa
Toda flor.

-

Radyr Gonçalves
Copyright 2011
Todos os direitos reservados

Comentários

Cris Dakinis disse…
Cada poema melhor do que outro. Todos lindos os teus! Este ´"Joaquina" é muito suave e belo! :)