Ainda sobre o amor ♦ Radyr Gonçalves

Da eternidade da alma




Estou aqui...
Ouça o som da minha gaita embalando as ondas
Sorva minha paz na flor do maracujá
Goze na placidez das minhas camomilas
Sinta-me no perfume das lavandas
Abrace-me lá no prisma da janela

Estou aqui...

Ouça a lua – soprano suave – ciciando a minha melodia
Contemple o sol se derramar nas pradarias
Medite no gado voltando ao pasto
Ouça a minha voz no silenciar do vento
Sinta meu hálito no bafejar da brisa
Apalpe meu rosto na face da alvorada

...

Estarei aqui...

Mesmo quando meus pés não riscarem meus passos
Nem minhas mãos alcançarem o lápis
E o meu sorriso não se fizer presente...

Estarei aqui...
Numa última gota de poema.

-
Radyr Gonçalves
Copyright 2011
Todos os direitos reservados

Comentários

Cris Dakinis disse…
É bom saber de uma presença com tanta calmaria. Abraços, poeta!
Cris