Ainda sobre o amor ♦ Radyr Gonçalves

Lua embriagada, lua fiel




Olha a lua embriagada
Perdida na madrugada

Tomou minhas dores
Sentiu minhas desilusões

Compadeceu-se das minhas agruras
Mirou minhas cicatrizes
E sentiu os horrores da minha cruz

Lua doce e fiel
Olha por mim aí do céu
Mas não se martirize
Pois minhas cicatrizes
São os frutos das sementes que plantei.

-
Radyr Gonçalves
Copyright 2011
Todos os direitos reservados

Comentários