Ainda sobre o amor ♦ Radyr Gonçalves

10hs - Navio Pontual


´´Por nada deste mundo eu largo do teu pé! ´´.

-
Meu amor, meu navio parte as dez!
Eu vou morrer numa ilha distante,
Meus últimos pensamentos serão teus beijos,
Teus seios incendiados me acolhendo do frio.

Amor, padecerei de fome no mar!
Por amar, amor, morrerei,
Feliz como o primogênito dia da primavera,
Audacioso como o filho de uma águia,
Pularei no abismo, amor!
Junte meus cacos e orne um mosaico,
Dance uma dança cheia de graça,
Não chore, amor!

Meu amor, meu navio não atrasa!
Eu vou partir sob o mormaço abrasador do sol nordestino,
Vou perecer sem destino,
Me calarei ante o mar...

Amor, que a luz dos teus olhos me ilumine,
Além do rio, do portal
Além do sangue deste corpo,
Meu navio partirá,
Daqui a pouco, amor,
São dez pras dez.

-
Radyr Gonçalves
Copyright 2007
Todos os direitos reservados

Comentários