Ainda sobre o amor ♦ Radyr Gonçalves

Saliva curativa


Caros leitores
Ela levou nas malas
Os jardins de Magnólias
As violetas
Um pedaço de lua
A terça parte de mim

Folheando o seu esfrangalhado diário
Reli confissões mentirosas
Bordadas numa caligrafia impecável

Capitulo por capitulo
Ato por ato
Que ela narrava não sei lá por quê
Sempre de trás pra frente

O curioso, caros leitores
É que ela rasgou as páginas
Das receitas de doces
E de uns chás curativos

Sabendo ela que não sou adepto a alopáticos
Pensou consigo: Vai morrer!

Morro sim, caros leitores
Não pela falta dos chás
Mas pela ausência do veneno que me doava à vida:
A saliva dela.


-
Radyr Gonçalves
Copyright 2011
Todos os direitos reservados

Comentários

Cristhina Rangel disse…
Invariavelmente suas poesias revelam sua sensibilidade e a mescla de sensualidade e lirismo que fazem dos seus versos únicos.

Parabéns amigo, é sempre um prazer ler seus escritos.

Beijos na alma.
Cristhina Rangel.
Jarbas Siebiger disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Jarbas Siebiger disse…
vida longa ao poeta!

teus versos contêm a eficácia homeopática

abraço