Ainda sobre o amor ♦ Radyr Gonçalves

Garota de programa - Diário de Neide




Fiquei olhando o meu seio nu e pensei:
Eu poderia ser a moça do quadro no hall do hotel
A dama de uma estória encantada
Uma dona de casa cheia de crias
Uma crente em alguma coisa

Eu nesta cama vazia, neste quarto assombrado:
Eu poderia ser a fada da primavera
A colegial sonhadora
A princesa de algum conto moderno
Ou simplesmente uma menina que tecesse planos

Em todo espelho que me olho contemplo mil faces
Sempre me vejo nua, como agora...
Meus seios estão sujos
Eu sinto o sobejo dos gozos
Os cacos de carinho
As moedas de pouco valor

Eu poderia ser a poesia de algum poeta
Uma escultura, o viver de alguém
Eu poderia morar no coração de algum homem
Mas já nem moro em mim...

Compram de mim aquilo que nunca senti:
Prazer.

Eu poderia ser a sorriso da lua...


-
Radyr Gonçalves
Copyright 2010
Todos os direitos reservados

Comentários

Yone Paranatinga disse…
Isso é a pura realidade de uma garota de programa.