Ainda sobre o amor ♦ Radyr Gonçalves

SENTADO À BEIRA DE UM PORO



Sentado à beira de um poro aberto
Da covinha do teu queixo
Refresco-me na brisa
Do mar dos teus lábios.





-
Radyr Gonçalves

Comentários