Ainda sobre o amor ♦ Radyr Gonçalves

O VERDE-LUZ DOS OLHOS TEUS


O verde-luz dos teus olhos
É o meu sol
Danço armado de flores
Na graça do teu corpo

Pasmo entre um passo e outro
Com a beleza do teu sorriso

Pode ser uma armadilha
Se for me consuma
Neste alçapão

Pode ser um labirinto
Se for
Não me deixe pistas

Pode ser a morte
Se ainda for
Mate-me
Poeta nasceu pra padecer
Não tem problema.


-
Radyr Gonçalves

Comentários

Arthur A. Melo. disse…
Muito bom,
o texto e a imagem combinou bastante.
Eu tento ser poeta, querendo ver:
www.arthurmelo92.blogspot.com