Ainda sobre o amor ♦ Radyr Gonçalves

O TEMPO E OS PASSARINHOS NA NOGUEIRA




No berço da maternidade
O tempo me disse
Que não passaria

Passarinhos nos ninhos
De uma nogueira
Desmentiam o tempo

Eu sei pouco de vida
E de poesia
Eu sei pouco dos anjos
E de teologia

Quando no berço
A ampulheta disparou
Eu era agora um herói
Sabendo pouco
Rezando pouco

Sem bula
Sem manual de instrução
Os passarinhos na nogueira
Tinham razão.


-

Radyr Gonçalves

Comentários

eliane disse…
mais um belo poema ! Beijos !