Ainda sobre o amor ♦ Radyr Gonçalves

O MENINO QUE FALAVA COM A LUA


Tinha quatro amigas. Para ele cada fase da lua era uma lua diferente. Falava de botões de flor, de lágrimas vencidas, de um pequeno passado minguado. Abria a portinha pra lua cheia entrar e ficava lá contando das outras três amigas. Nunca esquecera a dor de ver a mãe partir. Nunca esquecera a não fotografia do pai que não teve. Tinha fome de mão, de toque, de afeição. A lua amiga, cheia de seios, tocava invisível a face pálida daquele menino que nem imaginava que na lua está a morada dos espíritos das mães.

*
Radyr Gonçalves

Comentários

gabriella disse…
querido radyr amei suas poesias...
são lindas...
te adoro!!!
bjus da amiga:elly
Juliana disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
polly disse…
magnífico
como tudo que escreves
perfeito como vc viu
xeroooooo